O Feriado do Meu Aniversário! Porque Só Um Dia Não é Suficiente! ;)

Abril foi um mês bem corrido. E maio começou com o meu aniversário que pareceu uma releitura do meu aniversário do ano passado. Não me levem a mal, foram dias ótimos – e continuam sendo. Quem mais pode se dar ao luxo de dizer que não teve somente um dia ou mesmo um fim de semana de aniversário, mas um feriado inteiro??? LU-XO! Há!

Quando digo que foi uma releitura, foi pelo fato de que, outra vez, estava em Manila. Sem querer parecer metida (mas já sendo), há alguns anos não comemorava meu aniversário dois anos seguidos no mesmo país, quanto mais na mesma cidade.

Continuar lendo

Anúncios

Seis Anos…

Hoje faz seis anos… Há seis anos, eu estava no aeroporto de Cumbica, em São Paulo, em prantos, com o coração partido, embora estivesse cercada por pessoas que amava e amo até hoje. Há seis anos, eu embarquei para a viagem da minha vida, para a viagem que mudou a minha vida. Há seis anos, eu deixei o Brasil e fui para Dublin.

É inevitável que hoje, muitas lembranças venham a minha mente. O quanto vi e o quanto aprendi. E o quanto ainda me falta por ver, viver e aprender. O quanto conheci, os lugares que fui, as coisas que provei, as dores que senti e as alegrias que vivi.

Muita coisa mudou. Mudei de país, mudei de cor de cabelo, mudei de guarda-roupa e mudei a cabeça. Conheci lugares incríveis, visitei Paris e perdi o fôlego com a Torre Eiffel iluminada, à noite. Bebi e ri pelas ruas de Barcelona, admirada com as obras de Gaudi. Chorei com a história da queda do muro de Berlim, me perdi pelas ruas de Amsterdam, caminhei pelas ruas antigas de Roma e vi a Capela Sistina. Naveguei pelo Mekong, conheci a Terra do Nunca (também conhecida por Halong Bay, em Vietnam) e conheci o templo de Tomb Raider no Camboja. Visitei paraísos, abracei tigres, me revoltei com a situação das tartarugas marinhas em Bali e presenciei amanheceres incríveis e pores-do-sol impressionantes. E as pessoas… Ah, as pessoas… ❤

Continuar lendo

A Dor de Dentes e o Meu Aniversário

Eu sou uma daquelas tontas que amam aniversários. Sempre amei. Adoro que um dia, durante o ano, seja meu. Adoro tudo, desde as coisas mais banais, como o bolo, os presentes e os parabéns até o conceito de ter um dia que representa um ano novo só meu, um dia que representa o meu renascimento. Afinal, a cada aniversário, entra um ano novo na nossa vida. E, com ele, novas chances e oportunidades. E eu amo chances e oportunidades.

O dia do meu aniversário é tão sagrado que sempre tento tirar o dia livre. Nos últimos anos da minha vida, porque ele é tão próximo a um feriado, viajei. Em 2009, estava com meus amigos Deya e Guga em Madrid. Em 2010, estive em Edinburgh, com a Camila e o Almir. Em 2011, infelizmente tive que trabalhar, mas estava em Barcelona onde o passei com pessoas maravilhosas que carrego na minha vida e coração até hoje. Em 2012, encontrei minhas wives, Melissa e Sabrina, no Camboja. Esse ano, decidi ficar em Manila, na cidade onde moro, e festejá-lo com os amigos que fiz aqui. Afinal, chegar à metade da casa dos 30 com tantos sonhos realizados e pessoas maravilhosas ao meu redor é algo que tem que ser comemorado.

Continuar lendo