Feliz 2018 – as resoluções de um ano novo

Quando dá a meia-noite no dia 31 de dezembro de cada ano, parece que tudo se renova. Como se fosse mágica, as pessoas seguem seus rituais, quaisquer que sejam, abraçam aqueles que amam, se beijam e desejam “Feliz Ano Novo”! Parece que o Ano Novo traz um novo fôlego para a nossa rotina diária nos dá a permissão para voltar a sonhar e a ter esperanças.

Independente de como foi o ano anterior, sempre temos a esperança de que o ano que chega será melhor. E, assim como se renovam os nossos sonhos, fazemos resoluções e planos. Muitas vezes, nos esquecemos de agradecer e muitas outras vezes mais nos esquecemos que somos os maiores responsáveis por fazer do novo ano, um ano melhor, por realizar nossos sonhos, cumprir nossas resoluções e concretizar nossos planos.

Continuar lendo

Anúncios

21 de dezembro de 2017 – o dia mais curto do ano

Hoje é o dia mais curto do ano. Em Madrid, o sol nasceu às 8:34h e se pôs às 17:48h, embora tenha amanhecido às 8:03h e anoitecido às 18:22h. O dia durou exatos 9h17m06s segundo o site vercalendario.info, sendo o dia mais curto do ano.

Igualmente, faltam 10 dias para que 2017 diga adeus e em poucos dias – 4, para ser exata – a maior parte de nós estaremos sentados ao redor de uma mesa com nossas famílias, as de sangue, as políticas ou as que adotamos no caminho da vida. Para mim, esse é um momento de pensar e refletir sobre o ano que passou.

Continuar lendo

Por Madrid… #Gratidão

Há meses não escrevo um texto meu. Acho que acontece. A vida acontece e há coisas que não podem parar. A vida toma conta e, muitas vezes, as coisas que gostamos são deixadas para depois. Acontece.

No final de 2016, estava cansada do meu antigo trabalho. Para ser honesta, não estava tão cansada do trabalho porque recém havia mudado de departamento e trabalhava com a melhor chefa que tive na vida, Sonia Serrano. O fato é que estava ganhando pouco e a empresa que estava parecia muito engessada para que pudesse crescer ou ganhar melhor em menos tempo.

Continuar lendo

21 de dezembro de 2016

Sempre ouço/leio as pessoas dizerem que certo ano foi o mais duro, o mais difícil, o mais cheio de surpresas e que ele tem que acabar. Acho que a memória prega peças e limpa o passado porque, olhando em retrospectiva, todos os anos me parecem montanhas-russas, com altos e baixos, emoções e alguns momentos em que fechamos os olhos só para curtir o vento batendo na nossa cara. Em todos os anos, famosos se casam, têm filhos, se separam (Fátima Bernardes/William Bonner e Brangelina não foram os primeiros casais que se separam na história da humanidade) ou morrem. Há escândalos políticos e algum acidente, maior ou menor, acontece. Mas também há nascimentos, reencontros acontecem e há momentos em que suspiramos pela lua linda do céu. Porque os anos compõe a vida e essa é feita de momentos bons e outros não tão bons assim.

Aproveitando o gancho, faço minha retrospectiva pessoal, hoje, no solstício de inverno. Exceto por 2010, o ano que guardarei na memória como aquele no que tudo deu certo, e 2013, que recordarei como o ano que me tornei uma mulher-Almodovar – à beira de um ataque de nervos – e quase me perdi no buraco do coelho da Alice para todo sempre, todos os anos têm seus altos e baixos, com alguns tropeços, eventuais (e rápidas) visitas ao buraco do coelho e vários pontos altos nos que acho que a vida não poderia ser melhor. E 2016 não foi muito diferente.

Continuar lendo

Solstício de verão: o dia mais longo de 2016!

20 de junho de 2016 é, segundo a Wikipedia, o solstício de verão no hemisfério norte. E, durante os solsticios, tanto de verão como de inverno, gosto de fazer uma retrospectiva do seis meses que passaram, embora não publique uma desde o começo de 2015. Então, vamos por partes, shall we?

2015… O que aconteceu?

Foi o ano que surtei na Ásia e decidi voltar para a Europa. Bom, a volta estava planejada desde o final de 2014, mas foi o ano que finalmente empacotei minhas coisas, entreguei minha carta de demissão e vim tentar a vida na minha Espanha querida ❤: meus cinco anos de reclusão asiática se acabavam. Continuar lendo

Obrigada 2014! Bem-Vindo 2015!!! #FinalDeAno

Então, assim, mais um ano chega ao final. Como se os 365 dias passassem com a rapidez de um relâmpago (vamos convir que, à medida que os anos passam, o tempo parece passar com maior velocidade), 2014 chega ao final e nos preparamos para a chegada de 2015.

Em alguns lugares do mundo, 2014 já parece quase uma lembrança enquanto em outros, o último dia do ano simplesmente começa (ou, talvez, no momento que eu publicar esse post, para alguns já seja 2015!). Ainda assim, a maioria de nós, aqueles que seguem o calendário romano, encontra-se em sincronia, à espera que um novo ano se inicie, com forças e esperanças renovadas.

Continuar lendo

Minha Vida de Escritora/Bloguera… Convite para escrever para o WSI Magazine!

Eu amo escrever. Essa é uma paixão que venho desenvolvendo desde que saí do Brasil, há quase sete anos. Comecei com o Tatty in Dublin, meu primeiro blog que contava um pouco da experiência dos meus tempos de Dublin, mas parei de escrever por um tempo. Quando vim à Ásia, porque era tudo tão diferente, comecei a escrever o Trotamundos by Tati Sato. Afinal, eu não era somente de Dublin; já havia me tornado do mundo.

O Trotamundos começou devagar. Os começos sempre são assim. Mas, pouco a pouco, ele foi crescendo. Sem muita pressa, mas sempre com o objetivo de dividir minhas experiências e pensamentos.

Continuar lendo