Trotamundos mochileiro: o planejamento

Como comentei no meu último post Trotamundos mochileiro: o que e mochilar?, acho que um mochileiro deva planejar sua viagem e ter dinheiro suficiente para completá-la. Honestamente, acho ridículos os mochileiros que, no meio da sua viagem, se sentam em algum lugar com uma plaquinha “me ajude a financiar minha viagem ao redor do mundo”. Quêeeeeeee?

Por favor, não seja esse tipo de pessoa e se planeje antes de pegar um avião e ir ao outro lado do mundo. Parece obvio, mas, infelizmente, há infelizes pessoas que fazem isso – e são chamados de beg-packers, uma combinação das palavras em inglês beg, que é mendigar, e backpackers, que significa mochileiros. Dois dos artigos que li, ambos em espanhol, podem ser encontrados nos links aqui e aqui. Em português, os chamaria de mendileiros ou mochidigos.

Continuar lendo

Anúncios

O dia de Reis: dos presentes ao roscón

O Dia de Reis na Espanha é quase tão importante quanto o Natal para quase todo o resto do mundo ocidental – para não generalizar. Embora o “bom velhinho” esteja ganhando mais e mais espaço no coração das crianças, aqui, o esperado desde sempre é que o presente seja entregue pelos Três Reis Magos: Belchior, Baltasar e Gaspar.

Acho que faz sentido e é uma ilusão bem bonita. Os Reis Magos chegam a cada cidade e povoado espanhol no dia 5 de janeiro em um desfile ao que assistem todas as crianças. O tamanho do desfile dependerá do orçamento da prefeitura de cada município, mas sempre haverá Belchior, Baltasar e Gaspar assim como também seus ajudantes, que jogarão doces de seus carros alegóricos para as crianças. Esse desfile se chama Cabalgata de los Reyes.

Continuar lendo

Feliz 2018 – as resoluções de um ano novo

Quando dá a meia-noite no dia 31 de dezembro de cada ano, parece que tudo se renova. Como se fosse mágica, as pessoas seguem seus rituais, quaisquer que sejam, abraçam aqueles que amam, se beijam e desejam “Feliz Ano Novo”! Parece que o Ano Novo traz um novo fôlego para a nossa rotina diária nos dá a permissão para voltar a sonhar e a ter esperanças.

Independente de como foi o ano anterior, sempre temos a esperança de que o ano que chega será melhor. E, assim como se renovam os nossos sonhos, fazemos resoluções e planos. Muitas vezes, nos esquecemos de agradecer e muitas outras vezes mais nos esquecemos que somos os maiores responsáveis por fazer do novo ano, um ano melhor, por realizar nossos sonhos, cumprir nossas resoluções e concretizar nossos planos.

Continuar lendo