#BelaRecatadaeDoLar: outra jogada?

Ao sair para o almoço, abri a matéria da Veja “Marcela Temer: bela, recatada e ‘do lar’” e meu estômago revirou ao ler as suas primeiras linhas: “Marcela Temer é uma mulher de sorte. Michel Temer, seu marido há treze anos, continua a lhe dar provas de que a paixão não arrefeceu com o tempo nem com a convulsão política que vive o país”. WTF??? Tive que voltar e verificar se tinha sido, de fato, publicado pela Veja e não pela Caras.

A princípio, não consegui ler o artigo até o final; meu queixo caía pelo seu conteúdo folhetinesco de uma revista de fofoca. Para mim, aquilo parecia uma narração de um conto de fadas de uma princesa. Tive vontade de arrancar meus globos oculares com uma pinça: meus olhos não podiam acreditar naquele machismo explícito do título e um tanto quanto presente no texto que descreve a primeira dama perfeita, aquela que, embora tenha se formado em direito, nunca exerceu a profissão, explicando que “Marcela é uma vice-primeira-dama do lar”. Em suma, uma mulher linda, inteligente e que sabe o seu lugar…

Claudia e Manequim

Meu sangue ferveu: ler aquilo me fez sentir como se abrisse uma Cláudia da década de 50. Eu, que tanto defendo igualdade de direitos, não conseguia acreditar que, em uma época na que se luta tanto pelo empoderamento feminino e igualdade de direitos e tratamento, uma revista de circulação nacional decidisse publicar uma matéria com um título tão machista. Sim, a mulher do Temer é linda, ela pode ser recatada e ter decidido nunca trabalhar, mas colocar essas características como padrões a serem seguidos me fizeram sentir que voltava a um tempo no qual receberia meu marido linda, penteada e maquiada enquanto colocava whiskey em um copo e perguntaria sobre o seu dia. Amigue, sou mulher, sou livre e meu lugar é onde eu quiser estar, por favor! Pensei muito em escrever um longo texto criticando essa posição, seu título e a autora (sim, foi uma mulher que a escreveu! #MomentoChoque #Pasmem!), mas, em nada, o #BelaRecatadaeDoLar surgiu e várias pessoas defenderam o feminismo em seus blogs ao longo do dia, inclusive Ruth Manus o fez em seu blog no Estadão com o texto “Livre, respeitada e do bar“.

Ao longo do dia, pensei sobre o artigo. Embora seja claramente tendenciosa – a Veja é para a direita o que a Carta Capital é para a esquerda –, não me lembro de ter lido algo com conteúdo tão… Caras. Não era possível que o editor de uma revista tão grande pudesse ter dado tamanho tiro no pé. O mesmo texto poderia ter sido abordado de outra forma, causando menos furor nas mídias sociais. “Marcela Temer: a bela por trás da fera”, como título, bastaria.

Tem que ser um jogo. Inicialmente, pude ver o marketing envolvido nisso: acho que nunca, na história da revista, uma matéria sua foi tão comentada ou tenha recebido tantos tweets. O #BelaRecatadaeDoLar dominou as redes sociais rapidamente e muito do que aconteceu nesse fim de semana vergonhoso foi deixado para trás. Hoje, dia 20 de abril, o assunto foi a mulher do Temer.

Então caiu a ficha. Poucas pessoas conheciam Marcela Temer antes de hoje. Embora já soubesse como era a mulher do Temer, nunca me preocupei em saber seu nome. Sabia que ela era anos-luz mais jovem que ele e que ela era linda. Mas só. A partir de hoje, todo o Brasil sabe que Marcela Temer tem 32 anos, 43 anos mais jovem que ele, frequentou o salão do Marco Antônio de Biaggi e que foi ao seu primeiro encontro acompanhada de sua mãe. Hoje, o país todo sabe da existência de “Mar” e “Mi” e, de quebra, como uma mulher ideal deve se portar… Uma verdadeira Grace Kelly. Ah, tá… Obrigada por essa informação, Marco Antônio. SQN.

Não foi um tiro no pé: foi trabalho de divulgação. Afinal, todo possível presidente que se preze tem que ter uma “dama” de mesmo nível, conhecida e admirada por todos. Agora todo mundo sabe quem ela é… O lado dócil e humano do “Plano Temer” é uma “bela, recatada e do ‘lar'”. Espero que tenha sido isso… Por favor, que tenha sido isso e não a simplória demonstração do machismo que ainda está enraigado na sociedade brasileira.

Anúncios

4 comentários sobre “#BelaRecatadaeDoLar: outra jogada?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s