Frio nas Filipinas… Sim, é possível!

Nesse exato momento, a temperatura no meu celular marca 20º. Sei que isso não parece pouco, mas acho que é uma das temperaturas mais baixas que peguei em Manila. E, como minha amiga Cristiane Leme diz que não há tempo ruim, mas roupa inadequada, acredito que todas as minhas roupas adequadas estejam em algum lugar do globo que não aqui, nas Filipinas… Porque, nesse exato momento, a brisa fria faz meus pés ficarem bem frios…

Pode ser que eu tenha me acostumado com o inferno que Manila geralmente é, da mesma forma como me acostumei com o frio na Irlanda. O fato é que, ultimamente, tenho dormido com o ar-condicionado E o ventilador desligados, embaixo de uma manta para não passar frio. Não que esteja frio (este, o conheci na Polônia, quando vivi os -20º) e nem faça muito vento (já vivi em Dublin, duas quadras de onde todos os ventos do mundo se encontravam em frente ao Starbucks, em Harcourt), mas, lembrando que a sensação térmica em março passado, alto verão, ultrapassou os 40º em muitos dias de várias semanas consecutivas, 20º pode ser considerado uma temperatura bastante fresca.

Baguio, uma cidade ao norte da ilha de Luzon, chegou a 7º em alguma madrugada dessa semana, o que foi quase o dia mais frio de todos os tempos (segundo o Philstar, um jornal local, a temperatura mais baixa registrada na região foi de 6.2º em 1961). Para um país acostumado a temperaturas altas reguladas por um bom ar-condicionado, isso é frio de congelar os ossos… Os pobres filipinos da região devem ter virado picolé!

Acabei de ver que em Banauê, localizada na cordilheira de Ifugao e onde estão as maravilhosas terraças de arroz, a temperatura atual é de 10º. O lugar é úmido (o arroz precisa de muita água para crescer), o que deve baixar a sensação térmica em alguns graus. Penso nas pessoas que moram por lá, em cabanas literalmente penduradas nas montanhas e cordilheiras. Acho que, normalmente, eles já têm que se equilibrar para não despencar de suas camas direto para um abismo, mas, agora, além disso, eles têm que se cuidar para não congelarem com todo o arroz…

Aliás, o arroz é o próximo pensamento que vem à mente. As terraças devem estar congeladas porque acho que é uma das temperaturas mais baixas que chegou a região! Ao ver essas temperaturas, acredito que, nesse ano, 2014, a produção de arroz nas Filipinas vai cair porque as terraças devem ter congelado. Isso vai afetar mais a economia filipina que se houvesse a subida no preço de petróleo porque os filipinos vivem de arroz. Se eu não disse antes, segundo a Wikipédia, embora o país esteja entre os maiores produtores de arroz, também está entre os maiores importadores de arroz do mundo. Acho que isso demonstra o quão importante esse grão é para a alimentação do povo.

Em três anos, não me lembro de ter vivido temperaturas tão baixas nessa terra de Lost. Eu não reclamo porque sinto saudades do frio… Só reclamo porque não tenho roupas adequadas para essa temperatura. Mas quem iria adivinhar que algum dia da vida eu sentiria frio nessa cidade localizada nas portas do inferno? Nunca! Não estou preparada e me recuso a comprar roupas para uma ou duas semanas que a temperatura possa estar relativamente baixa.

Uma amiga disse que leu, em algum lugar, que o sol estava dormente e que isso acontecia a cada não sei quantos anos. Por isso, é de se esperar que esse inverno será o mais rigoroso na Europa em uma centena de anos. Acho, pessoalmente, que o sol decidiu tirar férias e ir para o Brasil ver como estão os preparativos da Copa. Afinal, todos os meus amigos reclamam do calor que está na cidade de São Paulo e de como está chovendo…

Bem, enquanto os filipinos de Baguio estão tentando não ter hipotermia, meus amigos em São Paulo estão tentando não cozinhar, literalmente…

É… Acho que isso faz parte da vida… Enquanto isso, vou desfrutando do fato de não derreter enquanto durmo e poder me manter aquecida por uma manta! ❤

Creative Commons License
Trotamundos by Tati Sato is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.
Based on a work at https://tatisatotrotamundos.com/”>

Anúncios

5 comentários sobre “Frio nas Filipinas… Sim, é possível!

  1. Tati,

    Hoje, aqui em São Paulo, o mês de janeiro
    foi decretado como o mais quente da história, desde que se iniciaram as medições meteorológicas.

    O calor está realmente insuportável. E haja protetor solar fator 30, no mínimo.

    Bjs

  2. Tati, lendo o blog da minha amiga muito querida que já virou chinesa, a Christine, vi elogios e mais elogios ao seu blog. Claro que vim aqui conhecer e dou razão para a Chris. É ótimo e muito variado. Recheado de “reportagens” sobre as Filipinas que nós, brasileiros, conhecemos pela mídia e é bem diferente a gente conhecer por uma brasileira que mora lá.
    Então vou acompanhar e curtir seu blog e aproveito para falar que moro em Taubaté, estado de São Paulo (perto de São José dos Campos, Campos do Jordão, Ubatuba, Caraguatatuba,…Litoral norte.) e a temperatura agora aquí está 36 graus com sensação térmica dev 51 graus e calor para nosso costume é 25 ou 26 graus. A cidade inteira corre atrás de ar condicionado sendo que a maior parte das residências aqui não tem instalações elétricas compatíveis com os aparelhos de ar condicionado. Aí gasta-se um dinheirão para se adequar e o tempo volta ao normal e os aparelhos ficam às traças, rs…rs.
    Bom,chega de escrever, não é? Adorei tudo aqui.
    Um beijo
    Manoel

    • Oi Manoel! Obrigada por ler e acompanhar o Trotamundos! A Christine é uma fofa e a amo muito!!!
      Já me falaram que todo mundo está cozinhando no sudeste brasileiro, mas o inverno foi longo e frio (estive aí até novembro – e passei frio) então, diz a lenda, que o verão será intenso! 😉
      Aqui, é engraçado… Eu nem escrevi sobre isso, mas quando fui comprar lençóis, quando cheguei, tinha edredom nas lojas. Veja bem, este é um país tropical, com temperaturas que rivalizam com Bahia e edredom nórdico (daqueles de pena de ganso que se troca a capa) não é algo necessário. Mas tinha e era caro. Perguntei se alguém os comprava e me disseram que sim!
      Eu havia trazido o meu da Irlanda – só que nunca nem o tirei do saco plástico… Nessas semanas de frio de janeiro, esperava que ainda o tivesse! Hehe!
      Pode continuar escrevendo!!!
      Adorei seu comentário!
      Um beijo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s