De Boca Fechada…

Quem lê meu blog há algum tempo ou quem me conhece, sabe que sou bastante instável. Bem, não psicologicamente falando, mas mudo de idéia como mudo de calcinha: hoje posso pensar uma coisa, amanhã, outra, e depois, uma terceira idéia pode ter me ocorrido. Eu sou uma pessoa que funciona em fases: a fase da negação (não! Minha idéia é melhor), a fase da aceitação (hum, pode ser que a sua idéia faça sentido) e a fase de que, talvez, possa existir uma solução ainda não pensada para aquele mesmo problema.

Sou uma pessoa que tem a tendência de super-analisar e pensar demais… E, por isso, defini, de forma jocosa, que sou polipolar (ou multipolar). Afinal, só uma pessoa com polipolarilade ou multi-personalidades poderia mudar de opinião como eu mudo as minhas… Acontece.

Na mesa do bar, outro dia, comentavam como eu mudava de idéia rápido: “Mas Tati, hoje você acredita em A… Amanhã, você terá mudado de idéia! Você é assim de inconstante!”

Continuar lendo