Jogo de Espelhos

Eu desisto. Cansei de brigar com você. Tentei ganhar essa batalha e não consegui. Tentei pedir o empate e você não me concedeu. Então eu desisto. Eu jogo a toalha e desisto…

Desisti de jogar esse seu jogo de manipulação. Porque, todas as vezes que acho que estou quase vencendo, que vou conseguir derrotá-lo, você aparece e me atira pelo buraco da toca do coelho e eu vou parar em outra realidade. E eu caio e me machuco. Outra vez. Percebo, nesses momentos, que você sempre esteve a muitos passos de mim, que sempre conheceu minhas manobras antes mesmo que eu pensasse no que iria fazer, em qual seria meu próximo passo. Você me manipula com a ilusão de que algum dia eu poderia vencê-lo. E nos momentos que me machuco, você ri da minha cara, como se dissesse “de mim, você não ganha…”

Continuar lendo

Anúncios