Salve São Jorge: o meu amor por BCN

Hoje é dia 23 de Abril, dia de São Jorge, dia do santo que matou o dragão. Na Catalunya, na Espanha, esse é considerado o dia dos amantes, no qual as mulheres ganham rosas e os homem ganham livros (“uma rosa para o amor e um livro para sempre”), também conhecido com Dia das Rosas ou Dia dos Livros. Infelizmente, nunca estive lá durante essa época: há dois anos, embarcava, nesse mesmo dia, para Barcelona para chegar no dia seguinte.

Como muitos sabem, amo a Espanha. E, embora seja contra o princío do dia dos namorados de forma geral, vou abrir uma exceção e escrever um pouco sobre o meu amor por Barcelona no dia de São Jorge (ou Sant Jordi, em catalão).

Barcelona é uma cidade que mora no meu coração. Pelos amigos que fiz e pela vida que vivi. Primeira cidade na Espanha que visitei, cidade do meu time de futebol (o grande Barça), Barcelona me marcou. Ainda me lembro que disse, no último dia da minha primeira visita à cidade, que um dia chegaria a morar lá. E, de fato, por seis meses, eu morei. E, quem sabe, volte a morar um dia, logo mais.

Barcelona foi a cidade onde comecei a falar o espanhol. Desenvolvi a lingua falando com espanhóis de todas as regiões, mas foi lá que eu tive o meu primeiro contato com o idioma, um idioma que amo, embora lá se fale o catalão. E, embora seu povo tenha um espírito independentista, essa cidade me recebeu e me abraçou.

Impossível não me lembrar com carinho das tardes de domingo com amigos no El Born, das copas nos chiringuitos da praia, das cangas esticadas na areia ou dos jantares maravilhosos em diversos restaurantes espalhados pela cidade. Impossível esquecer sua arquitetura única, com catedrais maravilhosas, como a Santa Maria del Mar, no bairro da Ribeira ou a Sagrada Família, obra inacabada de Gaudi com seus infitos detalhes.

Barcelona, de muitas formas, mudou a minha vida. Embora possa existir cidades mais bonitas e interessantes, ela e eu somos como se fôssemos amantes antigos: dividimos algo muito especial. E, embora longe, nosso amor continua o mesmo.

Para terminar esse post, um pouco sem pé nem cabeça, vou escrever a oração de São Jorge:

“Ó São Jorge, meu Santo Guerreiro, invencível na fé em Deus, que trazeis em vosso rosto a esperança e confiança, abre meus caminhos. Eu andarei vestido e armado com vossas armas para que meus inimigos tendo pés não me alcancem, tendo mãos não peguem, tendo olhos não me enxerguem e nem pensamentos possam ter para me fazerem mal. Armas de fogo o meu corpo não alcançarão, facas e lanças se quebrarão sem ao meu corpo chegar, cordas e correntes se arrebentarão sem o meu corpo amarrar. Glorioso São Jorge, em nome de Deus, estendei vosso escudo e vossas poderosas armas, defendendo-me com vossa força e grandeza. Ajudai-me a superar todo desânimo e a alcançar a graça que vos peço. Dai-me coragem e esperança, fortalecei minha fé e auxiliai-me nesta necessidade.”

FELIZ DIA DE SÃO JORGE A TODOS! (E que o Barça vença o jogo da semi-final de hoje!!!)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s